Blog

Leia nossas últimas notícias

DEPOIMENTO – ELLEN MARA – 2º LUGAR ADM

Olá futuros Tenentes!!!

Meu nome é Ellen Mara e fui a 2ª colocada de Administração no concurso para compor CFO/QC – EsFCEx 2015/2016.

Poderia começar meu depoimento falando da minha dedicação a esse concurso, mas não seria justo! Começo então agradecendo Àquele que foi realmente responsável pela minha aprovação: Deus!!! Tudo que passamos, todas as pessoas que entram e saem de nossas vidas, trazem consigo o propósito, ainda que em meio a dor, de nos fazer evoluir como pessoas. E isso não é diferente para nenhum de nós que está nessa caminhada terrena.Sou grata por toda dificuldade que já passei, pois foram elas que me conduziram até aqui! O Senhor me conduziu, me amparou, me segurou e me carregou quando eu pensei não ser mais capaz de prosseguir. Deus, obrigada por não me deixar desistir, por me permitir aprender todos os dias, por não ter retirado as dificuldades da minha vida, mas, ao invés disso, ter me concedido a graça de ter determinação e força para passar cada momento de dificuldade. Obrigada! O Senhor é o Deus de promessas! Obrigada por cumprir a Sua promessa em minha vida!!! Agradeço também aos bons espíritos que, no trabalho de auxiliar Deus em seus propósitos, me ajudaram imensamente em toda minha caminhada.

Ellen Mara

Prossigo este depoimento agradecendo a quatro grupos de pessoas que foram essenciais na minha caminhada. O primeiro grupo são dos meus amigos do EB: Gen Barboteo (obrigada Gen pela sua força, otimismo e por acreditar neste propósito. Considero Vossa Excelência um farol em minha carreira), Cel Carneiro (profissional diferenciado em todos os quesitos e um verdadeiro amigo. Muito obrigada pela força que me deu durante todo o ano e pelos seus exemplos que me arrastaram), TC Infante (meu primeiro “professor” no EB e hoje um amigo pessoal; ele me ensinou o que sei sobre a Força. Perturbei ele dois dias antes da prova, enquanto ele cumpria uma missão no exterior, pedindo: “Reza por mim!!!”. Ele respondeu de imediato: “Minha canga, essa vitória é sua!!!”). Agradeço imensamente aos meus leais amigos da 1ª SCh/EME:TC Macedo Costa, SC Ceiça, Maj Drumond, Ten Kelly Costa, Daniela Câmara, Flávio, Marcos José, Glicério e Eugênio, Sgt Jesus e Reginaldo e Sd Ian. Estes caminharam juntamente comigo nos 8 anos em que servi como temporária e me ofereceram muito apoio, cada qual do seu jeito,acreditaram em mim e nesse sonho que alguns chamavam de loucura! Obrigada mesmo pelo apoio de vocês! Em especial, agradeço a uma pessoa que fez toda a diferença na minha estada no EB: Ten QCO Adm Allan! Muito obrigada pelos últimos anos, por estar ao meu lado, por toda amizade e força dada, por tudo! Sem você, sem dúvida, eu não teria chegado aqui! Essa vitória também é sua!!!

Agradeço ao segundo grupo composto por pessoas queridas e que fazem parte do Curso Cidade. Agradeço ao Professor Cidade, com uma história incrível e com quem já conversei longamente. Ele sempre confiou em mim quando eu mesma desacreditava. Professor Cidade: obrigada por todos ensinamentos oferecidos a mim dentro e fora de sala de aula!!! Agradeço à Laurinha, Geraldinho, Jeferson, Edilva (obrigada duplamente! Vc sabe o porquê – rsrsrs), Evelyn e Clarinha (esposa do Cidade). Todos vocês me apoiaram durante esse ano. Com todos fiz amizade e criei imenso carinho. Vocês se tornaram minha segunda família e sem vocês nada disso seria possível! Muito obrigada!!!Agradeço, também, à equipe Cidade composta por professores que se tornaram exemplo de pessoas para mim: Prof. Adriano, de Geografia, um professor sem igual! Eu nem piscava em suas aulas: é muita sabedoria reunida em uma só pessoa. Agradeço ao Prof. Djalma, de História, pelas mais diversas e profundas explicações, as quais me auxiliaram imensamente na prova e no entendimento da vida. Agradeço ao Prof. André, de História, por nos contar a História do Brasil de uma forma simples e extremamente engraçada, o que me auxiliou a memorizar muitas informações. Agradeço ao Prof Valber, de Português, que por vezes chamei de “São Valber”, afinal, quem me conhece sabe que não tenho problemas em escrever longos textos (está aqui a prova – rsrsrs), mas, em contrapartida, tamanha facilidade para me expressar por meio de textos não se encontra tão facilmente no estudo da gramática (hehehe). Daí o milagre que ele fez: aprendi o que nunca pensei que aprenderia!Reservei o espaço final para fazer jus a uma pessoa e um profissional excepcional, a quem devo muitos e muitos “Obrigada!”. Peço, então, licença para agradecer ao Professor Edson, de Administração, que se tornou nesta caminhada um farol e também um amigo pessoal. O Prof Edson é um mestre no sentido literal da palavra, porque repassa mais do que conhecimentos para a prova: ele orienta vidas!!! Ele me ensinou aquilo que está além do que quaisquer livros possam ensinar: a lutar com garra, a ter determinação, a não desistir dos sonhos!!! Cada resultado que tive este ano dedico também a ele!!!As minhas aprovações se devem ao que ele é como pessoa e profissional e pela dedicação a este propósito juntamente conosco. O nível de suas aulas me possibilitou obter classificações inesperadas em outros certames. Obrigada Prof Edson Antonio Gomes, meu mestre e amigo!!!

Ao terceiro grupo, meus amigos-irmãos, alguns do Curso Cidade e outros pessoais, meu agradecimento sincero!!! Nesta fase, como em todas aquelas difíceis que passamos, sentimos verdadeiramente que nos sobram poucos, mas valiosos amigos. Assim foi durante a minha preparação para a EsFCEx. Dirijo, então, minhas palavras ao grupo: agradeço à D. Lélia Borges, uma segunda mãe para mim este ano. Quantas e quantas refeições me foram entregues pela minha janela e junto com elas sempre vinha uma pergunta: “Filha, estou preocupada! Faz 3 dias que você não sai de casa, só estudando. Você está bem?”. Muito obrigada pelo carinho que me dedicou! À Renata Borges, minha amiga de tantos anos e que sempre me incentivou; à Cidinha Isidório, Jean Fábio e Cida Rodrigues, amigos de tantos anos e que me perdoaram pela total ausência na vida deles ao longo de 1 ano, sem nada me cobrar. Muito pelo contrário, eles torceram imensamente pela chegada deste momento. O casal (Cidinha e Jean)rezou muitas e muitas vezes por mim e, como não havia de ser diferente para aqueles que tem fé, Santa Rita acabou por atender o pedido deles e intercedendo por um bom resultado nesta prova. Obrigada! Agradeço aos meus amigos do Curso Cidade que travaram igual batalha este ano nos estudos: Aline Mesquita (minha amiga recifense mais porreta que conheço!), Kadine (minha loira – como chamo carinhosamente -, que riu e chorou comigo tantas vezes. Loira, já te vejo fardada!) e Almeida (NED aposto muito em você!!!). Agradeço aos colegas do curso presencial, em especial à turma de Administração – Almeida, Eliane, Thaís, Bárbara Garibaldi, Hélio Marçal e Gilbert. Muito obrigada pelo carinho e apoio! Ainda aqui reservo uma parte que é essencial para agradecer uma irmã que a vida me deu: a Porce ou Lina ou a famosa Porcelina que muitos do EAD já conhecem de tanto que os professores falam no nome dela (rsrsrs). Ela foi um presente raro que Deus me deu em 2015!!! Minha amiga, sei que nossa vivência vem de muitas vidas. A sua luz me guiou todo este ano, a sua amizade afastou tantas vezes meu choro e acalmou meu coração. Crescemos, brincamos, rimos, gargalhamos, conversamos (e levamos muitas vezes broncas do Prof Adriano e Prof Valber por isso – nos desculpem – rsrsrs), aprendemos, dividimos tristezas, somamos felicidade! Obrigada por estar na minha vida! Para você, o céu não será o limite!!! Sei que em breve, tamanha a sua inteligência e determinação, estará definitivamente nas fileiras do nosso glorioso Exército Brasileiro! Estarei esperando ansiosa pela sua chegada para fazer a minha rendição!!!

Agradeço de forma especial ao quarto grupo, o qual foi minha base, meu refúgio e meu porto quando eu nem sabia mais se tinha forças para navegar!!! Este grupo precioso é o que chamamos de FAMÍLIA! Chegar em um resultado assim é fruto de muito sacrifício e engana-se quem acha que chegará lá sozinho. De forma alguma!!! Só chegamos lá porque, juntamente conosco, alguém também sofreu e lutou. Ninguém vence uma guerra só! Então, agradeço imensamente aos que amo: meu irmão Geilton (ou Kalango) e cunhada Cynthia por serem presentes, por me darem força, por ajudar a cuidar do meu filho quando foi preciso e, até mesmo, pelas fotos de cervejas geladas tiradas no nosso segundo lar – Chapada dos Veadeiros – quando eu não podia ir (mais de 1 ano sem poder ir no nosso majestoso Goiás). Até isso me ajudou a estudar mais! Ao meu irmão Jean e cunhada Renata, pelo apoio e pelo carinho. O Jean abdicou de muitas coisas em 2015 para que eu pudesse ajustar minha vida junto ao meu filho e conseguir, assim, ir para todas as aulas. Agradeço minha irmã Juliana e meu cunhado Rafael Vaz que fizeram o possível e o impossível acontecer, principalmente junto ao afilhado deles, João Matheus. Agradeço ao meu filhote, João Matheus, hoje com 5 anos, que, ainda sendo uma criança, tentou ao máximo compreender as ausências e falta de sua mãe. Com muito amor agradeço infinitamente aos meus pais Gesy e Cida (um adendo para inserir a este depoimento um agradecimento especial à minha mãe) pois abdicaram de um ano de tranquilidade, de algumas viagens, de saídas tão merecidas depois de tantos anos trabalhando duro somente para me ajudar quando mais precisei. Meus pais apostaram comigo neste projeto e choraram comigo minhas dores. Acreditaram em mim quando o mundo insistia em dizer ou pensar que não daria certo. Amo vocês! E por último e não menos importante, agradeço a esta pessoa que passou rapidamente do posto de “amigo” para “membro da família Lopes”: Marcelo Alkmin, meu namorado, 11º do concurso!!! Estou muito, mas muito orgulhosa de você. Ele conseguiu me “assustar” quando o conheci no curso Cidade, tamanha sua dedicação e inteligência. Amor, obrigada por compartilhar comigo horas e mais horas malucas no Skype estudando. Obrigada por ter chegado e me mostrado que tudo era possível, inclusive, o fato de querer compartilhar novamente a minha vida com alguém tão verdadeiro. Ter alguém que se compromete verdadeiramente conosco neste processo é essencial. Muito obrigada por tudo, tudo mesmo! Sei da sua capacidade e potencial e não tenho dúvida nenhuma que o próximo será você!!!

Bem, depois de tantos e longos agradecimentos merecidos, passo a descrever resumidamente um pouco da minha história e dicas de estudo.

Eu entrei no Exército como OTT em 2007. Em 2009 soube que estava à espera do João Matheus, meu filho. A partir daí muitas provações. Em 2011 me preparei para entrar em um projeto de vida, o qual algumas pessoas disseram não ser possível conseguir. Coloquei em Deus, me dediquei e consegui. Em 2012 iniciei este projeto. Neste mesmo tempo descobri que era ali no Exército que eu queria ficar, acreditava naquela Força, pois eu amava o que fazia, porém, eu precisava antes terminar o projeto anteriormente citado. Sabia que teria que dedicar mais dois longos anos a ele. Ainda em 2012, o pai do meu filho veio a falecer em um acidente de carro, o que impactou sobremaneira minha vida. A partir desse momento tudo mudou: eu me via seguindo com uma casa para sustentar e um filho de 1 ano e 8 meses para criar sozinha e, no começo dessa caminhada, muita tristeza por conta do ocorrido. Não foram fáceis os anos que se seguiram. E, na verdade, não é fácil para ninguém! Você que está lendo meu depoimento com certeza passa ou já passou por momentos difíceis também. Ainda assim, Deus me sustentou. Deu-me a alegria de viver e de refazer meus planos e sonhos. O Exército foi um desses sonhos reconstruídos!

Terminei em junho de 2014 o projeto em que eu estava anteriormente engajada e em julho do mesmo ano iniciei os estudos para o concurso da EsFCEx 2014/2015. Seria a primeira vez que prestaria o concurso. Estudei o que eu pude, mas acabei conseguindo ver somente parte da matéria de AFO e um pouco de TGA, o que sabemos ser muito pouco para obter a classificação em Administração. Fiz a primeira prova do ano de 2014 e ela foi anulada. Foi aí que conheci o Curso Cidade e fiz a revisão para a segunda prova com deste preparatório. Eu me via muito crua em matérias que não tinha contato direto profissionalmente; sentia-me perdida e despreparada quando o Prof Edson citava algumas teorias. Pensava: “Que parte da faculdade eu vi isso? Meu Deus!!!”. Enfim, fiz a segunda prova de 2014 e minha classificação final foi 41º. No dia 12 de dezembro de 2014 saiu o resultado final do concurso e foi a partir desse dia que comecei a estudar de verdade!!! Minha meta era alcançar essa aprovação em 2015.

Antes de dar baixa do EB, em 28 FEV 14, recebi ofertas de emprego com boas remunerações, tentadoras eu diria, já que meu sustento e da minha casa, assim como o de muitas pessoas, depende unicamente de mim. Ainda assim, optei em retomar meu antigo emprego ganhando 1/3 do que me foi ofertado só para dedicar mais ao meu sonho. Não há sacrifícios sem perdas e nem ganhos sem renúncias. Se você não estiver preparado e disposto a perder o que não é essencial, nunca terá o que é!!! Neste ano, mesmo sem nada ter sobrado, tive de Deus o necessário para meu filho e eu prosseguirmos. Nem mais e nem menos. Apenas o necessário! Ainda assim, 2015 tem sido um ano em que tenho angariado muita luta, mas também muita felicidade, pois recebi de Deus a chance de lutar por aquilo que eu acreditava: voltar para o EB!!!

Esta parte da minha vida daria um livro; não irei, então, ater-me mais a ela. O importante é frisar a vocês, igualmente guerreiros, que todos passamos por momentos difíceis, mas que devemos aprender com esses ciclos. Qualquer dor serve para nos levar à construção de um ser humano melhor, porém, isso só poderá acontecer se você permitir que as mudanças necessárias ocorram. Por isso, se este ano, por qualquer motivo que seja, você não alcançou o que tanto deseja, agradeça a Deus a possibilidade de poder aprender e a graça de ter força para não desistir. Deus olha a sinceridade no coração e da dedicação das pessoas e, assim, constrói um novo chão para que todos nós possamos caminhar.

Nessa caminhada analisei muitas coisas, dentre elas a história de vida de cada um dos aprovados anteriormente no concurso que disponibilizaram depoimento, bem como analisei suas técnicas. Assisti relatos que me ajudaram imensamente, a exemplo do vídeo do Josué, Mônique, Gerônimo, Luana, Vanessa… Os depoimentos que vi (escritos ou em vídeo) me possibilitaram fazer benchmarking e também desenvolver técnicas de estudo e novas formas de pensar, as quais repasso a vocês, com a sincera intenção de ajudá-los nessa caminhada. Pode ser que auxilie e já ficarei imensamente feliz se isso acontecer. Os depoimentos são extremamente importantes para quem está na luta. Por isso optei por fazer um depoimento longo para que, quem sabe, poder ajudar alguém, assim como fui ajudada.

Talvez algum leitor desse depoimento pode, à esta altura, estar se perguntando: “ENFIM, O QUE FOI ESSENCIAL PARA ESSA APROVAÇÃO?”. Vou tentar então responder a seguir:

  1. MEU PROPÓSITO ERA CLARO: ESFCEX!!! Como o Prof Edson Antonio Gomes diz, quem gosta do que faz está sempre de férias! Era o que eu queria! Este foi o meu foco! Tudo se voltou para isso em minha vida! Estudei somente para este concurso, não me desviei do edital, ainda que tivesse outros concursos interessantes. Ao optar por um concurso tão específico assim, arriscamos a usar nosso tempo estudando matérias que não cairão em quase nenhum outro concurso, que é o caso de Geografia, História e Espanhol. Fui criticada por isso? Demais!E quem não é!? Todos que se dedicam verdadeiramente a este concurso sabem dos riscos que o cercam, bem como dos olhares de reprovação. No entanto, no lugar do medo de não ser aprovada e classificada, dei vazão à certeza de que minha dedicação seria a base do meu mérito. E assim foi.
  2. SÓ TEM 1 JEITO DE PASSAR; SÓ CONHECI UMA TÉCNICA “SIMPLES E EFICIENTE”: TBC!!! (“Tempo de Bunda na Cadeira” – me perdoem pelas palavras usadas, mas é exatamente isso!). Descobri o quanto era importante dedicar tempo (muito tempo, todo aquele disponível)para o estudo, assim como aprendi a prezar pela qualidade desse tempo. Eu tinha casa, um trabalho que cansava imensamente a parte mental, um filho para cuidar, contas para pagar, vida familiar a administrar. Então, criei alguns mecanismos e formas que me ajudaram no processo de aprendizagem, os quais citarei nos próximos itens. Mas já falo de antemão: se você quer algo, esteja disposto a sacrificar tudo mais! Da pirâmide de Maslow se contente, por vezes, a ter somente as suas necessidades básicas e de segurança atendidas (rsrsrs). Parece exagero, mas é isso mesmo! Respire seu propósito, durma e acorde realizando as metas para o alcance do seu sonho, e já que está sacrificando parte da sua vida e a de outros, opte por fazer bem!!!
  3. USE TODOS OS TEMPOS MORTOS PARA ESTUDAR!!! Chamo de tempo morto todo aquele que você não usa estudando: é aquela hora em que limpa a casa, lava a louça/roupa, toma banho, no deslocamento para qualquer lugar e até mesmo quando está comendo. Eu usei a técnica do Josué e a ampliei: ouvia repetidamente as aulas de Gerais e, principalmente, de Administração, em todos os momentos.

4.COLOQUE COMO META PRINCIPAL USAR AS AULAS MINISTRADAS DURANTE O CURSO COMO REVISÃO!!!Eu coloquei como meta estar sempre antecipada em relação à matéria que o professor ministraria e assim poderia usar as aulas a serem dadas como uma espécie de revisão. A questão é se antecipar aos acontecimentos, se planejar para isso acontecer.

5.TREINE EXAUSTIVAMENTE!!! Treinamento difícil, guerra fácil! Ainda que eu soubesse que não teria prova fácil e que cada prova é uma prova, eu tinha que estar preparada para o que viesse. Como diz o nosso sábio professor Edson: “Temos que cercar a prova, chegar a um nível que ela não consiga nos derrubar”. Além disso, não podemos jamais subestimar os demais candidatos: tem muita gente boa estudando ‘pra caramba! Não dá para brincar! Fiz isso então: treinei! A meta era fazer todos os simulados de Administração, medir o quanto eu tinha de aproveitamento em cada matéria. No entanto, aprendi aqui uma das mais valiosas lições: corrigir os exercícios feitos é mais importante do que fazê-los em si! Toda quarta-feira, no intervalo e no final das aulas de Administração, eu tirava dúvidas com o Prof Edson. A minha dica aqui é levar ao professor e ao fórum somente as dúvidas não sanadas por meio da leitura dos livros, slides, apostilas, internet e vídeos-aulas. É necessário aprender a aprender, como já dizia Peter Senge!!!O ato de buscar as explicações me fez ler e ver assuntos que, ainda que não correlacionados diretamente com o tema da minha dúvida, eu sabia pela leitura dos tópicos que não estavam ainda consolidados em minha mente.

6.TREINE EM SITUAÇÕES REAIS!!!Assim como nos treinamentos militares, me propus a fazer treinos em que pudesse me sentir o mais próximo possível do dia 13 de setembro. Optei, então, em fazer durante o ano de 2015 alguns concursos em que caiam matérias relacionadas à Administração. Minha intenção não era passar, mas me testar em uma hora de pressão. Meu foco continuou sendo a EsFCEx durante todo o processo. E isso é importante! Prestei três concursos este ano antes da prova do QCO, nos quais fui aprovada, e em dois deles alcancei, também, a classificação para as próximas fases. Cada um desses treinamentos reais me mostrou pontos em que eu estava fraca ou pecando; um deles até mesmo me chamou a atenção quanto às questões técnicas, a exemplo da importância do preenchimento correto do gabarito: a terceira prova que fiz, apesar de ter sido aprovado, eu não fui classificada, sendo este uma resultante do preenchimento errado do gabarito que me penalizou em2 pontos, os quais foram abatidos dos meus acertos. Quem já fez prova pela banca CESPE sabe a importância do preenchimento correto do gabarito mais do que em qualquer outro concurso.

  1. SE PREOCUPE, EM TODO O PROCESSO, EM APRENDER A MATÉRIA!!!Eu compreendi nesse processo que não devia estudar buscando somente ser aprovada na EsFCEx, mas estudar para aprender a matéria!Vale a pena sim decorar algumas coisas, criar mnemônico s(Porce e eu criamos inúmeros!!!), mas aprender a matéria é o mais importante! Isso te salva em qualquer prova.

8.ORGANIZE SEU MATERIAL, SEPARE-OS POR MATÉRIA, ORGANIZE SEU CRONOGRAMA, SIGA SEU PLANEJAMENTO! Meu local de estudo não é tão organizado, o que pela primeira frase até ficou parecendo que seria.Contudo, aprendi que é preciso ter organização até na sua bagunça (rsrsrs)!!! É preciso saber onde está o material do curso, os livros, os simulados quando for preciso consultá-los. Isso otimiza o uso do tempo e evita o estresse de ficar procurando material perdido.

9.EQUILIBRE O ESTUDO! Conhecimentos Específicos é o bloco de matérias mais importante, mas Conhecimentos Gerais têm toda a relevância no resultado final. De nada adianta tirar 35 na específica se você tirou 14 em gerais. Neste concurso é preciso equilibrar de forma inteligente e consciente os estudos. Não esqueça disso!

  1. ACREDITE NA SUA CAPACIDADE! Dê ouvidos aos que acreditam no seu projeto, envolva-os nele. Andar com as pessoas corretas durante o processo faz toda a diferença! Quanto aos que não acreditam ou não apoiam você, aceite. Não podemos impor ao outro que ele entenda e acolha o nosso projeto pessoal de vida, mas, ainda assim, temos o direito e a obrigação conosco de acreditar e buscar por este sonho.

Por fim, posso dizer a todos: o caminho é árduo, é sinuoso, é difícil mesmo! Motive-se todos os dias, horas, minutos e segundos se for preciso. Para os que creem em Deus, se apeguem a Ele na certeza do que Ele colocou no coração de cada um de vocês. Acreditem que este sonho é sim possível! A vaga está lá, esperando por quem vai buscá-la. Passar não é sorte (e olha que tive que ouvir isso!), é mérito! Busque o seu mérito! Você tem tanta capacidade quanto qualquer outra pessoa!!! Todos somos capazes de conseguir o que queremos, mas é preciso ter dedicação real. Não se perca no caminho e nem se desvie do seu propósito.

Outra dica: ouça seu coração, faça-o bater aceleradamente quando ver uma farda! Eu guardei todas as minhas fardas ao dar baixa do EB:deixei-as ocupando boa parte do meu guarda-roupa só para que, todas as vezes que eu o abrisse lembrasse que em um futuro próximo eu pegaria cada uma delas, as beijaria e agradeceria a Deus por novamente poder usá-las. Então, acredite nesse sonho, pois Deus acredita em você!!! Milagre é o resultado do uso constante da fé!

Registro aqui frases que me inspiraram durante a caminhada:

– “Para ver o que você nunca viu, é preciso andar onde nunca andou.”

– “Não tem como obter um resultado diferente fazendo o que todos fazem.” – Alusão ao Prof Edson

– “Todos aqueles que estão aí atravancando o meu caminho, eles passarão. Eu passarinho!” (Mário Quintana) – Alusão ao Prof Adriano

Só o verdadeiro conhecimento liberta! Força futuros Tenentes! É por meio de batalhas que se ganha a vida e a guerra!!!

Grande abraço a todos e sucesso!

 

Ellen Mara T. Lopes

2ª Colocada no concurso da EsFCEx 2015/2016 – Administração

Um comentário

  • Elidiane Souza
    nov 19, 2016

    Ellen, quase não consegui terminar de ler, pois as lágrimas não deixaram. Muito obrigada pelo seu depoimento, você é uma pessoa iluminada, pude sentir isso pelas suas palavras. Que Deus continue te abençoando, seu depoimento entrou pra minha lista de motivação.
    Sucesso nessa nova caminhada!
    Obrigada pelo grande exemplo de vida.

    Elidiane Souza nov 19, 2016
    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *